in

10 motivos para você visitar o Seridó Potiguar




O Seridó potiguar é conhecido pela hospitalidade de seu povo, gastronomia, artesanato, cultura popular e festejos religiosos. Compreende 25 cidades, com belezas naturais e características físicas próprias: o bioma Caatinga. A região apresenta as condições ideais para quem curte ecoturismo, visitar serras, fazer trilhas, rapel, dentre outras atividades.

As belezas do Seridó, agora tem 10 motivos para visitar esta região incrível, não necessariamente em ordem de importância.

1. Mina Brejuí

Mina-Brejuí-Currais-NovosLocaliza-se na cidade de Currais Novos, a 185 km de Natal. É considerada a maior mina de Scheelita da América do Sul, com 60 km de túneis e galerias, dos quais cerca de 300 metros estão devidamente adaptados à visitação turística. No local também tem um museu e um memorial que representam uma amostra das riquezas minerais do Seridó, abertos à visitação, diariamente, das 7:00 h às 11:00 h e das 13:00 às 17:00 h.

2. Monte do Galo

Monte-do-Galo-Carnaúba-dos-DantasSantuário religioso localizado na cidade de Carnaúba dos Dantas, a 235 km de Natal. O Monte foi Inaugurado em 1928 e sua subida é feita através de uma Via-sacra, inaugurada em 1957. As vistas panorâmicas desde o seu topo exibem paisagens dignas de cartão-postal, uma forma de conhecer a cidade e região por outro ângulo.

3. Castelo Di Bivar


Castelo-Di-Bivar-Carnaúba-dos-DantasTrata-se de uma imitação de um castelo renascentista francês. Também fica no município de Carnaúba dos Dantas e sua visita deve ser agendada previamente. É considerado uma das principais atrações turísticas do Seridó potiguar, e já serviu, inclusive, como cenário para o filme “O Homem que Desafiou o Diabo”, de 2007.

4. Serra de João do Vale

Serra-de-João-do-Vale-JucurutuParte da belíssima Serra de João do vale fica na cidade de Jucurutu, a 247 km de Natal. No alto da serra, existe uma comunidade com cerca de 2 mil pessoas, dividida em 5 vilas. Clima ameno, paisagens deslumbrantes e mirantes de tirar o fôlego é o que você vai encontrar por lá.

5. Serra de São Bernardo

serra-de-são-bernardo-1Trata-se de uma serra originária de uma ramificação do maciço principal do Planalto da Borborema, que alcança uma altitude de 638 metros. A Serra é excelente para a prática de trekking, caminhadas, rapel, além de local de observação de pássaros e da flora da Caatinga, proporcionando uma integração total com a natureza. Localiza-se na cidade de Caicó, a 275 km de Natal.

6. Mirante Pipila


PSX_20150802_152809-1Localiza-se na cidade de Cerro Corá, a 146 km de Natal. Esse mirante é perfeito para você exercer o seu ócio, relaxar e refletir sobre a vida, enquanto contempla as paisagens espetaculares do Seridó. O local conta com serviço de bar e restaurante.

7. Mirante do Cajueiro


00033Localiza-se no Sítio Cajueiro, em Florânia, a 230 km de Natal. Esse mirante é daqueles para você passar um dia de contemplação, admirando as paisagens únicas do Seridó. O local também conta com serviço de bar e restaurante de comidas regionais.

8. Monte das Graças

Monte-das-Graças-Florânia-

Não perca a chance de ver paisagens naturais do melhor ângulo de Florânia, ou seja, lá do alto. De acesso fácil, o Santuário do Monte das Graças tem uma vista sensacional da região e um pôr do sol que está entre os mais belos do nosso Estado.

9. Serras de Acari

acariUm dos roteiros de aventura e ecoturismo do Seridó, as Serras de Acari (a cidade mais limpa do Brasil), está atraindo os amantes de esportes radicais para a prática de montanhismo e rapel, principalmente as serras que ficam em volta do açude Gargalheiras, região belíssima que vale a pena ser visitada.

10. Reserva Ecológica Stoessel de Brito

Reserva-Stoessel-de-Brito-JucurutuLocaliza-se na cidade de Jucurutu, próximo ao distrito de Laginhas, a 233 km de Natal. É uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), com uma área de 756 hectares, legalizada pelo IBAMA em 1994, através da portaria n° 0052/94. Nela, o turista pode fazer várias trilhas e conhecer as espécies preservadas do local, como o macaco pardo, dentre outras espécies nativas. O ponto mais alto da reserva é a serra do Estreito, com 673 metros de altitude. Não é permitido caçar, pescar e tomar banho nos açudes e olho d’água da reserva, pois o passeio é somente com finalidades ecológicas, já que se trata de uma unidade de conservação.

Fonte: www.apartamento702.com.br

Preoucupante: Covid: RN tem mais pacientes na fila do que leitos críticos disponíveis

Governo do RN faz entrega de 141 coletes balísticos para a Polícia Civil