A última eleição em que Ouro Branco teve três nomes concorrendo a prefeito foi em 1996, numa disputa histórica entre os ex-prefeitos Zé Braço e Dr. Araújo, o primeiro vencendo por 112 votos de maioria. A ex-vereadora Magui Diniz foi candidata numa terceira via e obteve mais de 300 votos. Em 2020, a disputa pela Prefeitura de Ouro Branco tende a ter mais de dois nomes.

O PL que juntou os vereadores do sistema da prefeita Fátima Silva, sob a presidência da irmã dela, enfermeira Vitória Silva tem dois nomes postos: o presidente da Câmara, Dedé Moura e o secretário de Infraestrutura, Deda de Damião Moreira, que deve deixar o cargo nas próximas horas para cumprir o prazo da Justiça Eleitoral. Também corre por fora o Tesoureiro, Samuel Souto. O PP do empresário Evilácio Freire ainda sonha com seu nome, mas nos bastidores se contenta hoje em indicar o empresário Ricardo Tucaco, da RicoPedra como vice. Tucaco deixou o PP no fim do prazo e foi para o PL.

O PSDB, que hoje agrega o vice-prefeito Dr. Araújo, os vereadores Júnior Nogueira, Rogério Lucena, Genildo Medeiros e Sérgio Carlos, além do ex-prefeito Zé Braço e uma nominata forte tende a apresentar candidato majoritário. O nome que vem sendo mais discutido é do empresário Denis Rildon, também do PSDB. Hoje o partido conta com o apoio do PRB do arquiteto Dionísio Carneiro e do MDB, que recebeu a filiação do ex-vereador Roberto Cláudio e da advogada Juliana Lucena, filha do vice-prefeito Dr. Araújo. Também estão conversando com o PSD da ex-vereadora Eurinete Santos e o PSC do ex-chefe da Caern, José Antônio.

O PT que rompeu com a prefeita Fátima Silva, após ela ordenar a saída dos vereadores Adriano Silva e do presidente da Casa, Dedé Moura, também apresenta o nome do ex-secretário de Esportes, Zulamar Juarez, do assessor parlamentar da deputada federal Natália Bonavides, que promete o apoio da governadora Fátima Bezerra e do grupo que apoiou o deputado estadual Francisco do PT.

O PSB hoje do agente penitenciário Jonailson Souza vem trabalhando seu nome. Ouvindo famílias e se colocando como uma alternativa diferenciada. Sua esposa, a ex-secretária de Educação, Selma Lucena tem ajudado. O PSL presidido pelo jovem Jardel Filho trabalha uma nominata a Câmara Municipal. Mas, tem nomes como o engenheiro e empresário Neto Aristides, que recentemente fez uma campanha para empregar ourobranquenses em um contrato com a Petrobras.