Após protestos, Governo autoriza pagamento de vale alimentação a PMs


Com aumento de R$ 9 milhões para R$ 35 milhões de gasto anual, Governo do Estado autorizou a implementação de vale alimentação para todos os policiais militares do Rio Grande do Norte que estejam em serviço, corrigindo uma distorção de 180 anos, desde que foi criada a Polícia Militar do RN. A decisão foi anunciada pela governadora Fátima Bezerra nesta terça-feira (17) para representantes das entidades de classe dos agentes militares da segurança, realizada na Governadoria, com a presença do vice-governador Antenor Roberto, do secretário-chefe do Gabinete Civil, Raimundo Alves, e do secretário de estado da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Francisco Araújo.

“A segurança pública não é uma área qualquer, é uma área estratégica. Vamos continuar fazendo as correções, porém, de acordo com as nossas condições”, disse a chefe do Executivo estadual, ao determinar que o comandante da Polícia Militar, coronel Alarico Azevedo, dê início ao processo licitatório para implantar o benefício. A gestora assinalou que o Governo do Estado continua empenhado em equiparar todos os benefícios entre as corporações, a fim de melhorar as condições de trabalho dos profissionais da segurança, indistintamente.  

A decisão ocorre após um dia de protestos e manifestações por parte dos militares do Rio Grande do Norte nesta terça-feira (17). O Governo do Estado se reuniu com as associações representativas dos policiais e bombeiros e apresentou uma série de propostas para a categoria.

Cada policial em serviço receberá um valor equivalente a R$ 45 por dia, para cada 24 horas trabalhadas em regime de plantão. Coordenador do Plano Estadual da Segurança Pública e servidor público há 30 anos, o vice-governador Antenor Roberto reforçou aos presentes que o Governo do Estado, na gestão atual, está cada vez mais alinhado às necessidades dos agentes. “Temos sido muito aberto ao diálogo e dessa maneira vamos continuar avançando nas negociações com todos as categorias”, disse.

Coronel Alarico agradeceu, em nome da corporação, a sensibilidade da governadora em autorizar o vale alimentação para os policiais militares. “Com certeza, esse benefício trará muito mais autonomia para nossos agentes em campo”, argumentou. Representante da Associação dos Praças da Polícia Militar da Região Agreste do RN, o terceiro sargento Guinaldo Lira, declarou que as entidades consideraram satisfatória a decisão do governo. “Estamos caminhando bem nas pautas apresentadas e nos damos por satisfeitos com a abertura da mesa de negociações”, afirmou. 

Presidente da Associação dos Oficiais Militares da PMRN, o major Robson Teixeira citou o ganho de qualidade de vida na prestação do serviço à sociedade. “A governadora veio a corrigir uma distorção que vem dar mais dignidade ao policial militar e à policial militar para que possamos atuar com mais dignidade”, declarou. 

O comandante do Corpo de Bombeiros Militar do RN, coronel Monteiro Júnior, também estava presente à reunião, que contou ainda com presença de representantes das entidades de classe dos agentes militares estaduais

Fonte: Portal Grande Ponto