in

Após Quatro Anos Governo Retoma Adiantamento Do 13º Salário E Anuncia Estudo Para Pagamento Dos Atrasados Da Gestão Passada

Por meio das redes sociais a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), confirmou o adiantamento de 40% do 13º para o dia 10 de outubro e previu pagamento das folhas em atraso para o início de 2021.

Pela primeira vez, após quatro anos, o governo do estado retoma o adiantamento do 13º salário para os servidores públicos. O pagamento será iniciado no próximo dia 10, quando todo o quadro de mais de 104 mil servidores – ativos, inativos e pensionistas – receberá 40% do salário. A parcela restante de 60% será quitada em dezembro.

O anúncio da data foi feito pela governadora na tarde desta quarta-feira (30), por transmissão ao vivo nas redes sociais. Fátima Bezerra destacou o empenho e compromisso da gestão estadual em manter a folha salarial em dia. O pagamento de 40% do décimo terceiro salário representa, aproximadamente, R$ 180 milhões.

“Eu disse que não sossegaria um minuto enquanto não normalizasse a situação da folha do funcionalismo. Mais um passo está sendo dado hoje. Esse é o tipo de notícia que dou com misto de muito orgulho e alegria. Isso traduz o respeito e o compromisso do nosso Governo junto aos servidores, mesmo em meio a tantas dificuldades”, afirmou Fátima Bezerra.

Durante o pronunciamento, a governadora ainda destacou que requisitou à equipe econômica do governo uma programação para o pagamento das duas folhas salariais remanescentes de 2018 – 13º e mês de dezembro.

“Determinei prioridade para trazerem uma proposta de pagamento das duas folhas atrasadas. A ideia é começar o pagamento no início do próximo ano”, enfatizou a governadora.

A atual gestão recebeu em janeiro de 2019 quatro folhas salariais atrasadas e quitou duas delas: novembro de 2018 e o 13º de 2017. De acordo com dados da Secretaria de Estado do Planejamento e das Finanças (Seplan), a soma das duas folhas em atraso – dezembro e o décimo terceiro de 2018 – é de aproximadamente R$ 750 milhões.

Desde o início de 2019 o governo tem cumprido o compromisso de pagar o salário dos servidores públicos em dia. Em janeiro de 2020, pela primeira vez em anos, o Governo anunciou o calendário de pagamento do funcionalismo para o exercício fiscal inteiro.

Foto: Sandro Menezes

Neymar está entre os maiores devedores de impostos na Espanha, diz jornal

Eletricista da Celpe é assassinado por cliente ao cortar energia elétrica no Ceará