Bayern de Munique vive crise com cinco jogadores que se recusam a tomar vacina contra Covid-19



Nova crise no Bayern de Munique, e das grandes. De acordo com o jornal “Bild”, pelo menos cinco jogadores do elenco se recusam a tomar vacina contra a Covid-19. Além do já conhecido caso de Joshua Kimmich, o periódico também lista Serge Gnabry, Michael Cuisance, Jamal Musiala e Eric Maxim Choupo-Moting. Eles estariam dispostos a entrar na Justiça contra o clube.

Isso porque, segundo apuração do “Bild”, os jogadores não vacinados que precisarem passar por isolamento terão os salários reduzidos. Uma lei aprovada em novembro do ano passado no estado da Baviera permite diminuir o salário de empregados que sejam obrigados a passar por quarentena como consequência de não estarem vacinados.

Esse é o caso dos cinco jogadores do Bayern mencionados anteriormente, que foram isolados depois de entrarem em contato com um caso positivo entre os funcionários do clube. Os atletas não concordam com as medidas estabelecidas e não descartam ir aos tribunais.

— No fim das contas eu sou favorável à vacinação. Eu já me vacinei e falei sobre isso com o Serge (Gnabry). Quero contar com eles no time, são importantes para nós, bons jogadores — comentou o atacante Leroy Sané, que disse “respeitar a decisão” do colega.

A Alemanha debate a possibilidade de vacinação obrigatória, em meio à nova onda de Covid-19 no país. A taxa de incidência de casos de coronavírus de sete dias subiu para o ponto mais alto desde que a pandemia começou pelo 14° dia consecutivo no último domingo, atingindo 372,7 em toda a Alemanha.

No geral, 5,35 milhões de infecções por coronavírus foram notificadas na Alemanha desde o início da pandemia, em fevereiro de 2020. O total de mortes está em 99.062.

Apesar da comprovada eficácia dos imunizantes contra Covid-19, alguns jogadores do Bayern de Munique se recusam a tomar vacina. Isso tem gerado problemas também dentro do vestiário.

— Basicamente, eu me divirto mais quando as coisas caminham suavemente. Mas não podemos cometer o erro de deixar os assuntos exteriores afetarem o lado esportivo. Esse barulho é parte do Bayern, sempre foi assim. Claro que não estou feliz com o vazamento de informações internas — comentou o técnico Julian Nagelsmann, em entrevista coletiva nesta segunda-feira.

O Bayern de Munique enfrenta nesta terça-feira o Dínamo de Kiev, pela quinta rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões. Com 100% de aproveitamento até agora, o time alemão já está classificado para as oitavas de final.

Aviso: Esse conteúdo não reflete a opinião do nosso portal e a sua fonte é ge.globo.com