Bolsonaro deve vetar fundão de R$ 5,7 bi e diminuir valor, diz jornal

O presidente da Repùblica, Jair Bolsonaro, durante a cerimônia de assinatura da Medida Provisória que moderniza o ambiente de negócios no país (Índice Doing Business).


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deve vetar o fundão eleitoral que foi aprovado pelo Congresso no valor R$ 5,7 bilhões, segundo informações do jornal Folha de São Paulo. O prazo para ele decidir termina nesta sexta-feira (20).

De acordo com a publicação, a ideia do Planalto é deixar a negociação do tamanho do fundo para o projeto do Orçamento, que deve começar a tramitar no Legislativo no final do mês, que tem previsão para ser aprovado somente em dezembro.

O veto agrada aos apoiadores da base ideológica de Bolsonaro, mas o presidente deve sofrer pressão dos partidos que fazem parte de sua base aliada, que querem a manutenção do valor