Bolsonaro diz que já definiu valor da prorrogação do auxílio emergencial

Presidente da República, Jair Bolsonaro, participa da cerimônia de cumprimento aos Oficiais Generais promovidos



Presidente contou que no último sábado se reuniu com o ministro da Economia Paulo Guedes para definirem o valor do benefício

Sem dar muitos detalhes, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou, nesta segunda-feira, que ainda esta semana decide sobre a prorrogação do auxílio emergencial e disse que já bateu o martelo sobre o valor.

Bolsonaro participou em São Roque de Minas, no Centro Oeste do Estado, de cerimônia de inauguração do projeto Jornada das Águas, que percorrerá os 10 estados por onde o rio São Francisco faz para anúncio de obras e investimentos.

“Se Deus quiser, nós resolveremos esta semana, a extensão do auxílio emergencial. Como devemos resolver também essa semana a questão do preço do diesel. As soluções não são fáceis, mas temos a obrigação de mostrar a origem do problema e como resolvê-lo. Sabemos que o mundo todo está tendo uma inflação”, afirmou.

O presidente contou que no último sábado se reuniu com o ministro da Economia Paulo Guedes para definirem o valor do benefício.

“O ideal é que todos tivessem o seu ganha pão, mas sabemos que a pandemia agravou a situação. Não somos insensíveis aos mais necessitados”, completou o presidente.

O pagamento do auxílo emergencial terminou em outubro e o plano do Governo Federal já era emendar com a criação do Auxílio Brasil, que vai substituir o Bolsa Família.

No entanto, a criação do programa que deve pagar um benefício de R$ 300 está condicionada às aprovações da PEC das Precatórias e da reforma do Imposto de Renda que ainda não foram aprovadas pelo Congresso.