in

Bolsonaro escolhe Kássio Nunes para vaga no STF e alfineta Sérgio Moro

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) confirmou que vai indicar o desembargador Kássio Nunes Marques, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) para a vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). A vaga será aberta após a aposentadoria de Celso de Mello, no dia 13 de outubro.

O chefe do Executivo anunciou o nome durante uma transmissão ao vivo nas redes sociais. Bolsonaro disse também que o Nunes terá o nome publicado no Diário Oficial nesta sexta-feira (2). “Tinha alguns excelentes currículos, mas gente com quem nunca tinha conversado. Não vou apostar numa pessoa só com currículo, tem que ter algum contato a mais comigo ao longo do tempo”, afirmou.

Jair Bolsonaro também aproveitou a oportunidade para ironizar o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro.

“No ano passado todo, até mais ou menos abril deste ano, vocês queriam o Sergio Moro para o Supremo, não é isso? Vocês não queriam o Sergio Moro para o Supremo? Me ameaçaram o tempo todo: ‘se não for o Sergio Moro, acabou, acabou!. Agora, vocês querem que eu troque o Kassio pelo Sergio Moro. E daí, quer que eu façam o quê? Respondam aí. Será que ele (Moro) vai ser leal às nossas causas? Será que ele vai ser aprovado no Senado?”, alfinetou.

O presidente ainda prometei que em 2021 indicará um nome “terrivelmente evangélico”. A vaga será aberta com a aposentadoria de Marco Aurélio Mello. ““No ano que vem, o primeiro requisito é ter que ser evangélico. Segundo, tem que tomar tubaína comigo”, afirmou.

Vivaldo solicita ao governo para melhorias no abastecimento de Boa Saúde

No bairro Nova Descoberta, Dr. Tadeu fala sobre projeto de pavimentação de ruas