in

Bolsonaro lidera intenções de voto para as eleições de 2022, aponta pesquisa



O presidente Jair Bolsonaro lidera as intenções de voto para as eleições de 2022, mesmo em um cenário com o ex-presidente Lula, o apresentador Luciano Huck, e o ex-ministro Sérgio Moro na disputa, de acordo com o Instituto Paraná Pesquisa, divulgado pelo jornal Gazeta do Povo. O levantamento analisou cinco possíveis cenários diferentes.

Na primeira conjuntura da pesquisa, foram coletadas respostas estimuladas, aquelas que os nomes são apresentados para o entrevistado. Nesse formato, Bolsonaro aparece com 31,9% das intenções de voto, seguido por Sergio Moro (11,5%); Fernando Haddad (10,5%); Ciro Gomes (10%); Luciano Huck (8%); João Doria (5,3%); Guilherme Boulos (3,2%) e por último João Amoêdo (2,8%). Nulos e brancos somaram 12,5%. Outros 4,3% dos entrevistados não souberam ou não responderam.

Cenário sem Luciano Huck
Bolsonaro cresce e lidera com 33,9%, sendo seguido por Sergio Moro (12,3%); Fernando Haddad (11,8%); Ciro Gomes (10,7%); João Doria (6,3%); Guilherme Boulos (3,2%) e João Amoêdo, também com (3,2%). Nulos e brancos somaram 13,7%. Outros 4,9% dos entrevistados não souberam ou não responderam.

Cenário com Eduardo Leite
A pesquisa também analisou a possível candidatura do atual governador do Rio Grande do Sul à presidência, substituindo o governador de São Paulo, João Doria. Nesse cenário, Bolsonaro mantém a ampla vantagem e é seguido por Sergio Moro (12%); Fernando Haddad (10,8%); Ciro Gomes (10,3%); Luciano Huck (8,7%); Guilherme Boulos (3,2%); João Amoêdo (3%) e Eduardo Leite (2,3%). Nulos e brancos somaram 12,7%. Outros 4,5% dos entrevistados não souberam ou não responderam.

Cenário com Lula e Mandetta, sem Huck
Nesse cenário, o ex-presidente Lula substitui Fernando Haddad, enquanto o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta aparece no lugar de Luciano Huck. Ainda assim, Bolsonaro segue na liderança com 32,2%, seguido por Lula (18%); Sérgio Moro (11,6%); Ciro Gomes (8,7%); João Doria (5,3%); Guilherme Boulos (3,5%); João Amoêdo (3%) e por último Henrique Mandetta (1,4%). Nulos e brancos somaram 12%. Outros 4,3% dos entrevistados não souberam ou não responderam.

Cenário sem Lula, Moro e Huck
Bolsonaro tende a disparar nas eleições, caso Lula, Sérgio Moro e Luciano Huck não disputem à presidência, o que é bem provável que aconteça. Nessa hipótese, Bolsonaro aparece com 37,6%, seguido por Fernando Haddad (14,3%); Ciro Gomes (13%); João Doria (6,9%); João Amoêdo (3,9%) Henrique Mandetta (2,7%). Nulos e brancos somaram 15,5%. Outros 6% dos entrevistados não souberam ou não responderam.

Metodologia da pesquisa
A pesquisa ouviu 2.080 eleitores por telefone, em 196 municípios, de 26 estados e Distrito Federal, durante os dias 25 de fevereiro a 01 de março de 2021, sendo auditadas simultaneamente à sua realização, no mínimo, 20,0% das entrevistas. O levantamento tem grau de confiança de 95% para uma margem estimada de erro de aproximadamente 2,0% para os resultados gerais. A Paraná Pesquisas encontra-se registrada no Conselho Regional de Estatística da 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e 7ª Região sob o nº 3122/20.

Iniciativa do Vereador Raniere Barbosa Lei que proíbe passageiros em pé nos ônibus de Natal aguarda sanção do prefeito Álvaro Dias.

Família recorre a justiça pata tentar leito UTI Covid no RN: “Quero uma chance pra minha mãe”