Bolsonaro se reúne com Lira, Pacheco e ministros para discutir auxílio




O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), fez uma reunião na noite deste domingo (28 fev), no Palácio do Alvorada, para discutir medidas de enfrentamento à Covid-19, como o pagamento do auxílio emergencial, as vacinas e a proposta de emenda à Constituição (PEC) Emergencial, que cria espaço fiscal. Brasil vive colpaso na saúde com falta de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em meio à segunda onda da doença.

Participaram do encontro os presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), o ministro da Economia, Paulo Guedes, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, o ministro da Secretaria de Governo, Eduardo Ramos, e o ministro da Casa Civil, Walter Braga Netto.

No Twitter, Pacheco disse que reafirmou ao presidente que “nada é mais importante” que manter o foco no atendimento às vítimas do coronavírus, aos imunizantes e ao pagamento do auxílio.

Mais cedo, Bolsonaro usou as redes sociais para minimizar o colapso no Sistema Únido de Saúde (SUS) e criticar as regras de isolamento social, impostas por governadores, entre eles o do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB).

“A saúde no Brasil sempre teve seus problemas. A falta de UTIs era um deles e certamente um dos piores”, escreveu Bolsonaro em sua conta no Facebook na manhã deste domingo