in , ,

Câmara de Parnamirim inicia ano legislativo 2020 com leitura da mensagem do executivo


Na manhã desta segunda-feira (3), a Câmara Municipal de Parnamirim deu início às atividades do ano letivo de 2020. A leitura da mensagem anual do poder executivo, feita pelo prefeito Rosano Taveira, aconteceu no Cine Teatro Municipal Ver. Paulo Barbosa, no bairro Cohabinal.

O evento contou com a presença dos membros da mesa diretora da Câmara Municipal, demais parlamentares do poder legislativo, prefeito Rosano Taveira, vice-prefeita Elienai Cartaxo,além de representantes do poder executivo e a população em geral. A 4ª Sessão Legislativa Anual foi aberta pelo Presidente da Câmara de Parnamirim, vereador Irani Guedes.

“Será um ano de muito trabalho, o prefeito tem se dedicado em prol dos munícipes junto ao poder legislativo e focado no futuro de nossa cidade.”, afirma o presidente Irani Guedes no momento da abertura da solenidade.

O prefeito Rosano Taveira em seu discurso falou sobre responsabilidade e dimensão do cenário em que assumiu a prefeitura, afirmando que enxerga com satisfação pelos avanços e excepcionais resultados já alcançados. “Esta gestão é caracterizada pela participação da população e graças ao apoio do povo de Parnamirim, com diálogo com diversas categorias, conseguimos avançar”, afirmou o prefeito.

Para os poderes executivo e legislativo, a expectativa para 2020 é de muito trabalho com solidificação dos bons resultados e novas ações em prol da população, como afirma o presidente do poder legislativo. “Será um ano de muito trabalho, não só para a prefeitura, mas também para a casa do povo e acima de tudo com a transparência como temos feito até aqui”, conclui o vereador Irani Guedes.

As sessões ordinárias ocorrerão já a partir desta terça-feira (4), às 10h, na Sala de Reuniões da casa legislativa, devido a obra da reforma e ampliação da Câmara que já está em andamento.

NATAL, RESTAURAÇÃO DA IMAGEM DE IEMANJÁ FICOU ESTRANHA NÃO LEMBRA NEM DE LONGE TRAÇOS DA ORIGINAL.

Em mensagem anual, governadora destaca participação social e necessidade da reforma