Cantor sertanejo Kleber, da dupla com Kaue, morre de Covid-19



O cantor sertanejo Kleber Oliveira, da dupla Kleber e Kaue, morreu nesta segunda-feira (5), no Hospital Estadual de Américo Brasiliense (HEAB), onde estava internado com Covid-19. Ele estava intubado desde maio

Kleber, também conhecido como Klebinho, tinha 37 anos e era de Araraquara (SP). Desde 2011 fazia dupla com o cantor Kaue Tamburus, de Ribeirão Preto.

Ele deixa esposa e filha. Ainda não há informações sobre velório ou sepultamento.

Cantor sertanejo Kleber, da dulpla com Kaue, morre de Covid-19 em Américo Brasiliense — Foto: Reprodução Instagram

Entre os sucessos da dupla estão as músicas ‘Tô Vendo que Você Tá Bem’, ‘Troféu Solidão’, ‘Ela não é Você’ e ‘Garrafa Vazia’.

A empresa responsável pelo direcionamento e estratégia de marketing da dupla lamentou a morte em postagem no Facebook

Comoção nas redes sociais

No Facebook, fãs e amigos lamentaram a morte do sertanejo em diversas postagens.

“Que notícia triste meu amigo, nos deixou foi um guerreiro lutou até final. Meu Deus que tristeza, forças minha amiga Vanda Rios e Dudinha, que Deus conforte o coração de todos famíliares, meus sentimentos. ##Luto por um grande amigo Kleber Oliveira descanse em paz guerreiro”, postou um amigo.

“Até agora não estou acreditando. Cheio de vida, muitos sonhos, batalhador. Irmão vai com Deus. Que Deus conforte a toda família”, escreveu outro amigo de Kleber.

Covid-19 em Araraquara

Araraquara soma 525 mortes por Covid e 26.112 casos da doença até esta segunda-feira (5). A taxa de ocupação de enfermaria está em 55% (8 pontos percentuais a mais que domingo), enquanto a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) tem 78% dos leitos ocupados (2 pontos percentuais a menos que domingo), contando com os serviços hospitalares públicos e privados.

Em fevereiro, a cidade de 238 mil habitantes foi o primeira do país a ter 10 dias de confinamento para conter a doença. Os números de internações, casos e mortes caíram após as medidas mais restritivas mas, entre maio e junho voltaram a crescer e a cidade precisou fazer um novo lockdown de 7 dias.

Fonte: G1