in

Ceará-Mirim precisa de união, não de fake news’, desabafa secretária de Saúde em “contra-ataque” a pôsteres com desinformações




Ceará-Mirim tem vivido dias difíceis, assim como inúmeras outras cidades brasileiras, em relação à transmissibilidade da Covid-19, o que abre margem para os oportunistas de críticas vazias que buscam o “quanto pior melhor” na tentativa de mergulhar a cidade em um caos político.

A Secretária de Saúde daquele município, Cláudia Roberta, bateu de frente com esses supostos “oportunistas” e rebateu pôsteres deles nas redes sociais. Apesar do momento crítico quando se fala da Covid-19, o município tem buscado adequações para inibir a transmissibilidade da Covid-19.

Cláudia Roberta, Secretária de Saúde

Nós que estamos na linha de frente da saúde em Ceará-Mirim fazemos um pedido de coração neste momento difícil pelo qual o mundo inteiro passa: chega de espalhar fake news, de brincar com a vida das pessoas que estão sofrendo com esse inimigo invisível. Chega de mentiras e de jogo político com o único intuito de causar terror na nossa cidade.

Não é novidade que o Hospital Percílio Alves está trabalhando acima da sua capacidade, assim como todos os hospitais do Rio Grande do Norte. Apesar de não sermos o hospital de referência da região do Mato Grande para o Covid, dispomos de estrutura para estabilizar os pacientes e atender aos casos de corona que surgem em Ceará-Mirim.

Não procede que tivemos 8 óbitos relacionados ao Covid no nosso município na sexta-feira (12). O Hospital Percílo Alves registrou três mortes na sexta-feira (12) que ainda estão sendo investigadas porque o resultado swab não chegou. Vale lembrar que os boletins epidemiológicos são emitidos pela Sesap e podem ser consultados a qualquer momento.

Temos uma farmácia do Percílio Alves abastecida, 8 respiradores (sendo 4 cedidos ao Governo do Estado em troca de três monitores cardíacos e 6 bombas de infusão), corpo médico qualificado, 21 equipes de saúde formadas para atendimento.

Estamos com uma força tarefa envolvendo diversas Secretarias municipais trabalhando em conjunto com a Defesa Social, Vigilância Sanitária, Guarda Municipal, Comutran e Polícia Militar.

Estamos fazendo a nossa parte com fiscalização pra cumprimento do decreto vigente, barreiras sanitárias, vacinação da população de acordo com calendário vacinal definido pela Secretaria de Estado da Saúde, suspensão das feiras livres e fechamento de repartições e comércios não essenciais, justamente para o vírus parar de circular intensamente.

Por isso, nesse momento, repetimos o nosso pedido de união. Não há espaço para disseminação de notícias mentirosas e caluniosas. As bandeiras políticas e ideológicas precisam dar lugar à bandeira de Ceará-Mirim, nossa terra que está vencendo uma guerra contra um inimigo perigoso.

Todos contra o Covid-19!

Força Tarefa de Ceará-Mirim


Caveirão da PM cai em quintal de casa na Zona Norte do Rio

Com coronavírus, Irmão Lázaro permanece internado e intubado em UTI