Comissão de Educação aprova emenda de Rafael Motta para incluir valorização do ensino superior nas metas da LDO


A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, 14, as metas e prioridades do colegiado no Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) 2022. Entre elas, uma sugestão do deputado Rafael Motta (PSB) para o fortalecimento de políticas públicas de valorização da educação de ensino superior.

O texto prevê a reestruturação e expansão da rede federal de ensino superior, com o aumento do número de vagas, políticas de redução da evasão escolar, além da adequação e da modernização da estrutura física das universidades federais, por meio de obras e reformas, da aquisição de mobiliário e maquinário e de materiais e serviços.

“Grande parte das instituições se encontram em dificuldades financeiras, sem recursos para investimentos, o que prejudica a qualidade do ensino superior público e das pesquisas científicas. Ao aprovar a nossa emenda, a Comissão de Educação reiterou o seu compromisso com o futuro do Brasil”, comemorou Rafael Motta.

Outras duas metas foram incluídas no PLDO 2022 pela Comissão: o fortalecimento e mais investimentos na educação básica e no ensino profissionalizante