Compositor pede prisão preventiva de Wesley Safadão por plágio



Após processar Wesley Safadão pelo suposto plágio da faixa Vaqueirinha Maltrata e ser apontado como alguém que deseja enriquecer ilicitamente pelo cantor, o compositor Jonas Alves decidiu prestar uma queixa-crime contra Safadão. “Já aconteceu uma audiência de conciliação, mas o Wesley não colocou nenhuma proposta de acordo. Em seguida, ele fez uma contestação e uma defesa fajuta com mentiras”, disse Alves à coluna.

A defesa de Jonas informou à Coluna Leo Dias que pediu a prisão preventiva de Wesley porque essa não seria a primeira vez que ele é acusado pelo mesmo crime. Ainda segundo os advogados, existe um terceiro caso de plágio contra Safadão sendo analisado. Procurada pela coluna, a assessoria de imprensa disse que o cantor Wesley Safadão não iria se manifestar sobre o processo.

O compositor Jonas Alves decidiu prestar uma queixa crime contra Safadão

A defesa de Jonas informou à Coluna Leo Dias que pediu a prisão preventiva de Wesley

Procurada pela coluna, a assessoria de imprensa disse que o cantor Wesley Safadão não iria se manifestar sobre o processo
“O mocinho aqui sou eu, não ele. Quem está ganhando ilicitamente é ele”, disse Jonas
Safadão é forrozeiro

Sobre as acusações de ter agido num momento de sandice e oportunismo, Jonas responde dizendo que Wesley quer inverter os papéis da história .”O mocinho aqui sou eu, não ele. Quem está ganhando ilicitamente é ele. Safadão gravou uma música sem nenhuma autorização, eu acho que ele devia ter vergonha na cara”, afirmou à coluna