in , ,

Coronavírus: Vivaldo Costa solicita medidas em prol de população de baixa renda

Preocupado com a ausência de recursos e a dificuldade da população carente em se alimentar de maneira digna, o deputado Vivaldo Costa (PSD) enviou dois pedidos ao Governo do Estado. Em primeiro lugar, que seja feita a ampliação do Programa do Leite Potiguar (PLP) durante a pandemia; segundo, que Governo e prefeituras viabilizem políticas públicas para que os mais necessitados não passem fome.

Sobre o aumento da distribuição do leite através do PLP, o parlamentar, que é médico pediatra, falou da importância de uma alimentação equilibrada para manter o sistema imunológico forte no combate ao novo Coronavírus. “Diante de tamanha preocupação com a pandemia, é muito importante que medidas gerais de combate sejam adotadas, entretanto, também é essencial manter a imunidade alta, para que o organismo consiga se defender do vírus”, explicou.

A respeito da implementação de políticas públicas por parte dos Poderes Executivos (estadual e municipal), Vivaldo lembrou que os mais humildes precisam se alimentar bem, cabendo ao Executivo apresentar alternativas. “Nós temos que proteger os mais vulneráveis, e só há uma maneira de se fazer isso: deixando-os em casa. Então compete aos gestores decretar estado de calamidade pública e ajudar os mais pobres, porque quando essa doença chegar às favelas, onde muita gente já passa dificuldade e vive aglomerada em casa, veremos um sofrimento desumano”, enfatizou.

Com relação ao decreto do Governo do Estado, o parlamentar confirmou seu apoio, reforçando que a maneira mais eficaz contra a pandemia é o isolamento social. “Os mais humildes têm maior probabilidade de morrer. Por isso, governadores, prefeitos, igrejas, instituições precisam proteger os mais necessitados, principalmente com alimentação digna, para que eles tenham a chance de ficar em casa”, concluiu Vivaldo Costa.

Rafael Motta assina pedido de CPI para investigar interferência de Bolsonaro na PF

URGENTE, SERIDÓ CONFIRMA PRIMEIRA MORTE PELO COVID 19