DAS QUASE 70 MULHERES ASSASSINADAS ESTE ANO NO RN PELO MENOS 20 FORAM FEMICÍDIOS


Quase 70 mulheres já foram mortas neste ano no Rio Grande do Norte. Os dados do Observatório da Violência (OBVIO) dão conta de que os casos incluem quase 20 feminicídios, que é o assassinato motivado por violência doméstica e/ou gênero. Um dos crimes mais recentes aconteceu nesta semana no interior potiguar, o que fez o estado registrar um aumento de mais de 40% de feminicídios em 2021.

Segundo o Obvio, 68 vítimas do sexo feminino já foram assassinadas no RN nestes pouco mais de dez meses do ano. Desse total, 17 casos são caracterizados como resultantes de violência doméstica e/ou gênero. No mesmo período do ano passado, ainda conforme o levantamento da entidade, foram 76 mulheres mortas em todo o estado, sendo 12 feminicídios.

O comparativo aponta um crescimento em 2021 de 41,7% de crimes em solo potiguar, contra vítimas do sexo feminino motivados por violência doméstica e/ou gênero, em relação a 2020. Levando em conta os cinco anos anteriores (2019, 2018, 2017, 2016 e 2015), 2017 figura como mais violento para mulheres: 136 assassinatos no geral.

Um dos casos mais recentes de violência letal contra vítimas do sexo feminino no RN aconteceu na noite da última segunda-feira (8). Uma mulher de 42 anos de idade foi morta a tiros na cidade potiguar de Parelhas, na região Seridó do estado.

Maria Procileide de Macena e Silva, mais conhecida como “Kika”, foi assassinada pelo ex-companheiro, que teria tentado se matar em seguida. A informação é de que ela estava separada dele há cerca de um ano.

De Fato