in

DEM decide pela expulsão de Rodrigo Maia

Brasília - O Deputado Rodrigo Maia concorre à presidência da Câmara dos Deputados (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)



O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, será expulso do Democratas. A decisão foi confirmada nesta segunda-feira (17) pelo prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), braço direito do presidente nacional do partido, ACM Neto.

“Rodrigo Maia está querendo justificativa para sair do partido sem correr o risco de perder o mandato, inclusive partindo para ofensas pessoais. Diante disso, a executiva do partido se reuniu, liderada pela bancada da Câmara, e tomou a decisão de expulsá-lo e reivindicar na Justiça o seu mandato”, afirmou em coletiva virtual à imprensa.

Na ocasião, Bruno também comentou sobre a debandada no DEM e a possível chegada de outros nomes como o do ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que comunicou a aliados sobre sua saída do PSDB.

“Tanto em São Paulo quanto no Rio de Janeiro, temos alternativas a posição de líderes locais que estão de saída. Alternativas até melhores das que estavam. Em São Paulo, temos Alckmin. Graças a um posicionamento claro do partido, o DEM voltou a ser desejado por todos os líderes do Brasil. Vamos ter algo em torno de dez candidatos a governadores competitivos em todo o país. A expectativa é eleger algo em torno de 20 senadores ano que vem e mais de 40 deputados federais”, disse.

Mc Kevin teria caído ao tentar fugir de “flagra” da esposa, diz modelo

PREFEITURA DE CRUZETA RETIFICA PROCESSO SELETIVO