Deputado que ‘previu’ duas mil mortes pelo coronavírus lamenta os 500 mil óbitos

Brasília - O ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, fala sobre o pente-fino nos benefícios do Bolsa Família (Wilson Dias/Agência Brasil)


Um dos principais conselheiros do presidente Jair Bolsonaro no combate da pandemia da Covid-19, o deputado Osmar Terra lamentou neste domingo (20) as mais de 500 mil mortes de brasileiros pela doença. Ele, em 2020, chegou a dizer que o coronavírus mataria menos do que o H1N1, que em 2009 foi responsável por 2.146 óbitos.

O deputado também disse no ano passado que a pandemia estaria perto do fim e que ela acabaria sem vacina. Ele afirmou também que o Brasil não viveria uma segunda onda de infecções.

”Nessa trágica pandemia perdi pessoas queridas e estive numa UTI. A minha solidariedade a todos que tiveram perdas. São 500 mil no Brasil e 3,8 mi no Mundo. Que a gente reflita sobre nossa fragilidade diante das forças da natureza e aprenda a enfrentá-las melhor, agora e no futuro”, escreveu o deputado.