in

Desumano:Pacientes com Covid-19 são amarrados em macas por falta de sedativo no Amazonas




Pacientes graves de Covid-19 estão sendo amarrados nas próprias macas no Hospital Regional Dr. Jofre Matos Cohen, em Parintins, no interior do Amazonas, devido à falta de sedativos. Os pacientes – intubados e inconscientes – passaram o último fim de semana com gazes amarradas nos punhos e presas às camas. As informações foram publicadas pelo Jornal Nacional.

De acordo com a presidente da Associação Brasileira de Medicina Intensiva (AMIB), Suzana Lobo, intubar uma pessoa sem o uso de sedação é “desumano”.

“[Sem sedativos] A primeira coisa que pode acontecer é uma autoextubação, ele [paciente] tira o tubo. Isso pode levar a uma parada cardíaca”, disse Suzana. “É desumano a gente imaginar uma pessoa que vai ser mantida numa ventilação mecânica sem estar sob analgesia e uma boa sedação. Ela vai sentir desconforto, ela vai sentir ansiedade, ela vai sentir medo… E tudo isso vai levar a consequências muito graves”, acrescentou.

A Defensoria Pública confirmou a autenticidade dos vídeos e informou que vai apurar a situação dos pacientes. Segundo o defensor público Rafael Barbosa, o órgão “vai oficiar a Prefeitura de Parintins, mas também a direção do hospital, para pedir esclarecimentos sobre o fato que as imagens retratam”. “A depender dessa resposta, a gente vai, sim, analisar e considerar, sim, a propositura de uma ação judicial”, complementou.

Parintins é o terceiro município amazonense mais atingido pela Covid-19, com 8.269 casos confirmados desde o início da pandemia, segundo as últimas estatísticas divulgadas pela Fundação de Vigilância em Saúde do estado (FVS-AM). Apenas a capital Manaus (142.386) e Coari (8.955) estão à frente.

Vereador Eriko Jácome se reúne com secretário de Cultura em busca de soluções para falta de renda dos artistas potiguares afetados pela pandemia*

Câmara de Natal reforça restrições à circulação de pessoas devido ao coronavírus