Boa quarta-feira! Encaminhamos este material para pedir seu apoio na divulgação. Muito obrigado!


Com 11 casos confirmados, médico compara Ouro Branco a situação de Itaú, que decretou “lockdown” e deu certo

Médico que atende as famílias de Ouro Branco há mais de 50 anos, Dr. Araújo defende medidas mais duras para permitir o controle mais efetivo da pandemia, que vem crescendo em Ouro Branco. Há 20 dias, ele sugeriu barreiras sanitárias e outras ações. “Não quero fazer aqui polêmica ou pânico. Longe disso. Mas, como a experiência de mais de 50 anos atendendo as famílias de Ouro Branco e conhecedor e estudioso da saúde local, venho humildemente sugerir ações mais duras”, frisou Dr. Araújo.
Os números da Covid-19 em Ouro Branco nesta terça-feira (9), de acordo com os registros da Secretaria Municipal da Saúde são 11 casos confirmados, 58 suspeitos, 09 aguardando resultado de exames, 29 descartados, 0 óbitos.

Dr. Araújo compara Ouro Branco, que tem quase 5 mil habitantes a Itaú, na região do Alto Oeste Potiguar. “O prefeito decretou ‘lockdown’ e deu certo. A Prefeitura decretou o isolamento total, após 11 casos do coronavírus, no município que tem quase 6 mil habitantes. Com o encerramento do lockdown, Itaú não teve mais casos confirmados de coronavírus. E olhe que não teve nenhuma morte pela Covid-19. Não esperaram morrer ninguém para endurecer as regras”, comparou o médico.

O que espalhou os casos em Itaú foi uma casa de jogos de mesas. A prefeitura, então, mapeou quem esteve na casa de jogos. Selecionou 30 pessoas, que fizeram o teste. Do total, 11 testes deram positivo. “O exemplo de Itaú que foi destaque no RN TV e até na Folha de S. Paulo é um parâmetro a ser seguido. Mas, também devemos nos preocupar com os comércios menores, poderiam se adaptar a venda online e entrega em domicílio, como medida para não ficar sem seu ganha pão. Ouro Branco vive dos servidores públicos, aposentados e também da agricultura e mineração. A maioria da população reside na Zona Urbana”, completa Dr. Araújo.