Emocionada Médica Cearense desabafa Você prefere perder algumas horas em casa ou ser o paciente pedindo para não morrer




A médica intensivista cearense Geórgia Oliveira se emocionou ao gravar uma mensagem de apelo para que a população de Fortaleza obedeça ao isolamento social e fique em casa. Ela gravou uma mensagem divulgada pela Secretaria da Saúde do Ceará nesta sexta-feira (5), data em que começou um novo decreto na capital cearense determinando o fechamento de todas as atividades não essenciais.

“Não seja o paciente pedindo para não morrer”, disse Geórgia, em um trecho da mensagem. (Assista no vídeo acima.)

“Queria fazer um apelo a vocês, que a sociedade possa entender que essa ‘gripizinha’ já levou o amor de muita gente embora e que a dor que eles sofreram nós também sofremos. Dói muito quando a gente vê o pai e a mãe e o avô não poderem ter um enterro digno, não ter o final digno que ele precisa. E não poder também ter a companhia do familiar.”

A médica cita ainda que cresceu principalmente a internação de pacientes mais jovens, diferente do cenário ocorrido em 2020, quando os idosos eram a maior parte dos pacientes.

“Cada vez mais a gente tem visto os jovens, na faixa etária entre 25 e 45 anos, nas nossas UTIs, o padrão mudou totalmente. A doença mutacionou, a doença não estabilizou como todo mundo achou e agora está afetando cada vez mais jovens.”

G1/CE