ESCLARECIMENTO

Circula na internet e nas redes sociais a informação que eu e outros colegas deputados federais votamos contra a prorrogação do auxílio emergencial. Trata-se de uma FAKE NEWS, portanto, totalmente caluniosa e mentirosa.

Esclareço que não é necessário existir votação na Câmara dos Deputados para PRORROGAÇÃO do auxílio emergencial, uma vez que, o projeto que concede o benefício já foi votado e aprovado e virou LEI no início da pandemia. Essa decisão de prorrogar ou não o auxílio emergencial é de responsabilidade do Governo Federal, pois, a lei permite prorrogar o pagamento dos R$ 600 reais enquanto durar a pandemia, a exemplo do que já aconteceu anteriormente, quando o benefício foi ampliado de três para cinco meses.

A verdade é que a votação que se criou a FAKE NEWS refere-se à validação de uma emenda ao Projeto de Lei 2801, que em seu teor é inconstitucional, pois, trata-se de uma matéria financeira, que só deve ser apresentada pelo Poder Executivo.

Espero ter esclarecido a verdade. E peço para que não compartilhem Fake News e mentiras. Sigo à disposição para conversas, dúvidas e explicações de nosso posicionamento em qualquer que sejam as propostas em discussão na Câmara dos Deputados.