ESPOSA DO EX JOGADOR DE VOLEY GIBA VAI A JUSTIÇÁ PEDIR PENSÃO ATRASADA AO ATLETA

A ex-mulher do campeão olímpico Giba afirma que o ex-jogador de vôlei deve mais de R$ 80 mil em pensão alimentícia. Cristina Pirv, também ex-jogadora de vôlei, alega falta de 10 meses de pagamentos da pensão dos dois filhos, de 10 e 14 anos, que teve com Giba.

O campeão olímpico teve prisão de 60 dias decretada no dia 9 de fevereiro, mas uma liminar suspendeu a decisão. A defesa da ex-mulher entrou com recurso, em 19 de fevereiro, para derrubar a liminar.

“NÃO É ISSO [PRISÃO] QUE EU QUERO, PORQUE ELE É O PAI DOS MEUS FILHOS, MAS EU QUERO JUSTIÇA. PORQUE QUAL ESCOLHA EU TENHO?”, AFIRMOU.

Ela afirma que o valor da pensão foi o próprio Giba que se ofereceu a pagar, em 2013. A defesa de Pirv diz que Giba não apresentou comprovantes para provar que não pode pagar a quantia estabelecida.

Pirv mora em Curitiba com os filhos, que estão sob guarda unilateral. Ela tinha 34 anos quando deixou a carreira de atleta para trabalhar como empresária de Giba, até a separação do casal, em 2012.

O que diz Giba

Em uma postagem nas redes sociais, o ex-atleta se manifestou sobre o caso, e disse que o total pedido por Pirv na Justiça é “baseado em valores que não ganho mais há bastante tempo”.