Eu não posso vetar’, diz Bolsonaro, sobre fundão


O presidente Jair Bolsonaro voltou a sinalizar nesta terça-feira (27) que deve sancionar um fundão eleitoral de R$ 4 bilhões.

Há duas semanas, o Congresso aprovou a Lei de Diretrizes Orçamentárias com um dispositivo que prevê R$ 5,7 bilhões para as campanhas eleitorais. A princípio, Bolsonaro disse que iria vetar. Ontem, no entanto, o presidente voltou atrás e disse que iria vetar “apenas o excesso”.

Em conversa com apoiadores, Bolsonaro afirmou que pode cometer um crime de responsabilidade ao vetar o dispositivo integralmente, sem reajuste.

“Eu não posso vetar. Se eu vetar, estou deixando de cumprir a lei de 2017. Nesse caso do novo fundão, extrapolaram. Então, eu posso vetar. Vou vetar o quê? O excesso. Já estão me criticando. De vez em quando, dá vontade de falar: ‘vocês merecem os presidentes que tiveram anteriormente’.”

Fonte: O Antagonista