in , ,

FOI FALAR BESTEIRA: Crítico de gastos com servidores, Guedes recebe R$ 8,2 mil por mês com auxílios para morar e comer

Além do salário de R$ 30,9 mil, Paulo Guedes (Economia) recebe dos cofres públicos R$ 7.733 por mês de auxílio-moradia, o teto permitido por lei, e passagens para ir de Brasília ao Rio, onde tem moradia fixa. Até julho, Guedes recebia também diárias (R$ 7.501 ao todo) para dar expediente na cidade onde mora, incluindo em datas sem compromisso na agenda. Entre as 60 viagens bancadas com dinheiro público no ano passado, 38 aconteceram a partir de quinta-feira, tendo como destino o Rio.

O contracheque do ministro traz também um aporte mensal de R$ 458 a título de auxílio-alimentação.

Guedes é alvo de críticas de servidores desde que os comparou a parasitas que estariam matando o hospedeiro, no caso o governo, que em suas palavras “está quebrado” e gasta 90% da receita com o funcionalismo.

Antes de ingressar na política, Guedes era presidente da Bozano Investimentos, que administrava fundos avaliados em R$ 2,7 bilhões. Como nunca foi candidato a cargo eletivo, o tamanho do seu patrimônio não é público.

A consulta ao Portal da Transparência mostra que, dos 22 ministros, ao menos 5 não recebem auxílio para alimentação e 11 não ganham o de moradia.

O Ministério da Economia diz que os auxílios estão previstos em lei e que Guedes não tem imóvel próprio em Brasília.

FOLHAPRESS

MESMO LIDERANDO ÚLTIMAS PESQUISAS PARA PREFEITO EM NATAL OS NÚMEROS DA PESQUISA SETA TRAZEM PREOCUPAÇÃO PARA ÁLVARO.

Suspeita de coronavírus no RN não passou de um mal entendido