in

Fura fila da vacina dá processo e condenação de até 12 anos de prisão



Vacina contra a Covid-19: fura fila vai responder por crime de peculato
Fura fila das prioridades da vacinação da Covid-19 é bronca séria.

Os casos denunciados serão processados. Os envolvidos responderão por crime de peculato e poderão pegar até 12 anos de prisão, se condenados.

Essa norma foi instituída pela Promotoria de Defesa da Saúde do Ministério Público do Distrito Federal. No entanto, tende a se estender para os demais Estados em ação que deve ser conduzida pelo próprio Ministério Público.

Portanto, riquinhos, famosos, apadrinhados políticos e autoridades que estão em vias de furar a fila fiquem atentos. O crime de peculato é real.

No Código Penal, o crime de peculato está previsto no artigo 312. Trata-se de um crime praticado por quem se apropria de um bem público.

Neste caso, o crime não será apenas de quem furou a fila. Serão responsabilizados também quem vacinou e o gestor público que tem a guarda da vacina, no caso o prefeito ou governador em cada Estado.

Prefeitos e governadores envolvidos no “fura fila” são passíveis de responder por improbidade administrativa.

As normas já estão valendo lá em Brasília e agora precisam chegar por aqui, antes que seja tarde.

Não custa repetir que o fura fila é, além de tudo, um desprovido de caráter

Mulher atira em marido após achar vídeo íntimo da filha no celular dele

Tomarei providências cabíveis”, diz Beto Rosado após decisão do TRE-RN