Gabriel Medina passa Natal com pai biológico pela 1ª vez em 20 anos




Gabriel Medina compartilhou um raríssimo clique no Instagram, neste sábado (25), ao lado do pai biológico, Cláudio Ferreira . O surfista de 28 anos, tricampeão do mundo, passou para Natal ao lado dele e de sua família, assim como da mulher, Yasmin Brunet . Foi o primeiro Natal de pai em filho em duas décadas – Cláudio e Simone Medina , mãe do atleta, se separaram quando ele era criança.

“Viva”, escreveu Medina na legenda do álbum de fotos feitas em Maresias, em São Paulo. Armando Fernandez , pai de Yasmin, também está nas imagens, assim como o irmão do surfista, Felipe Medina , com uma mulher, Bruna Medina , e a filhinha do casal.

Gabriel Medina, que está rompido com Simone, passou anos sem contato com Cláudio. Os dois voltaram a se aproximar em setembro passado, como o pai contou em uma entrevista. Segundo Cláudio, Simone falava mal dele para o menino e, durante uma conversa, os dois choraram e pediram perdão um ao outro.

“Ele falou: ‘Pai, me perdoa. Desculpa ter errado esses anos todos’.Eu, muitas vezes, pensar mal dele, achava que ele não queria me ver, mas era a Simone fazendo as coisas por trás, e a gente era relacionada. Graças a Deus, permaneceu a verdade. Estamos vivendo a verdade hoje em dia ”, disse Cláudio ao site Uol há cerca de três meses, quando adiantou que eles não seriam Natal pela primeira vez em duas décadas.

Medina foi criada por Charles Saldanha , seu padrasto, a quem sempre chamou de pai. Foi ele que viu o talento do enteado para o surfe e incentivou o menino a se aprofundar no esporte. No documentário sobre sua vida disponível no Globoplay, o atleta conta que Simone e Cláudio brigavam muito quando ele era criança.

Simone e Charles Saldanha cortaram relações com a Medina meses após ele assumir o romance com Yasmin Brunet. O surfista diminuiu o repasse mensal que dava à família e cedeu a Simone imóveis adquiridos em milhões de reais. Ela foi proibida de explorar comercialmente a imagem do filho, e fechou e colocou à venda o prédio que abrigava o Instituto Gabriel Medina.