Gostaria de ser reconduzido ao Senado. Mas se for atrapalhar, prefiro ficar fora”, diz Jean Paul



O senador Jean Paul Prates (PT) admitiu pela primeira vez a possibilidade de abrir mão da sua pré-candidatura a reeleição no próximo ano. O petista disse em entrevista ao Novo Notícias que seu projeto para tentar renovar o mandato está posto, mas que está “a disposição do partido”.

“Eu gostaria de ser reconduzido ao Senado por méritos e métricas próprias, mas eu estou à disposição do partido. Se nenhum cenário na política me agradar, eu não tenho problema em ficar fora dela e ajudar os governos. Ajudar Lula e Fátima como eu puder. Não estou preocupado necessariamente com isso. Eu quero trazer alguma contribuição. Se eu não tiver contribuição a fazer, ou for atrapalhar, eu prefiro ficar de fora”, disse Jean Paul.

Alçado ao cargo como suplente de Fátima Bezerra, que renunciou para assumir o Governo do Estado, Jean Paul Prates amarga as últimas colocações nas pesquisas de intenção de votos divulgadas até agora. Nos bastidores da política potiguar, é grande o rumor de que a governadora precisará articular a vaga de Senado na sua chapa para um partido aliado, o que tiraria o petista da disputa.

Grande Ponto