Governadora destaca ações em prol da agricultura familiar na abertura de congresso da Contraf


Lideranças da agricultura familiar de todo o Brasil participam do evento que ocorre em formato virtual até o dia 17 de junho

Com o tema “Agricultura familiar: produzindo alimentos, gerando renda e protegendo vidas”, foi aberta na noite desta terça-feira (15) a quinta edição do Congresso da Confederação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura (Contraf), que este ano homenageia o líder sindical João Felício, falecido em março do ano passado. A governadora Fátima Bezerra participou da abertura do evento e destacou as ações que estão sendo executadas pelo Governo do Estado em prol do fortalecimento da agricultura familiar, no Rio Grande do Norte.

“Nossa primeira ação foi a criação da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar e Desenvolvimento Rural, a Sedraf, pela qual atendemos a uma antiga reivindicação dos trabalhadores e das trabalhadoras rurais”, disse. O congresso segue em modo virtual até o dia 17 e tem o objetivo de debater e deliberar sobre importantes pautas da luta camponesa. Fátima agradeceu o convite, para falar na abertura, e elogiou a homenagem feita ao líder sindical paulista, um dos fundadores da Central Única dos Trabalhadores (CUT), entidade à qual a Contraf é ligada.

“Quero parabenizar por este congresso estar homenageando o querido companheiro João Felício, um ferrenho defensor dos direitos dos trabalhadores e das trabalhadoras rurais deste país. É sempre bom lembrar que a agricultura familiar produz mais de 70% dos alimentos saudáveis que chegam às mesas dos brasileiros”, frisou. A governadora declarou que o papel da Sedraf é formular e executar ações com o olhar voltado para o fortalecimento da agricultura familiar e do cooperativismo, e destacou o trabalho que os gestores Alexandre Lima (Sedraf) e César Oliveira (Emater) têm desenvolvido em suas respectivas pastas. Ela também elogiou a atuação da secretária Íris Oliveira (Sethas), presente à solenidade.

“Em 2020, encerramos o ano com a execução de R$ 15 milhões de compras governamentais, correspondentes a 2,9 toneladas de alimentos adquiridas via Programa Estadual de Compras Governamentais da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Pecafes) e Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE)”, citou. A governadora também falou de ações como o RN Chega Junto contra a Fome, executado com a Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas), que está destinando mais de 60 mil cestas básicas a pessoas em situação de vulnerabilidade social. A composição dos kits de alimentos tem grande parte de produtos oriundos da agricultura familiar. “A Sedraf trabalha para que os produtos da agricultura familiar sejam adquiridos também pela rede privada”, referiu-se a outra frente de atuação da secretaria.

Fátima destacou o Programa Estadual de Sementes Crioulas, para o qual já foram investidos com recursos próprios mais de R$ 500 mil; programa Gente do Campo, que distribuirá 125 bolsas anuais de R$ 1,2 mil e R$ 2 mil, a título de ajuda de custo para a formação universitária, para membros de famílias agricultoras terem condições de darem continuidade aos estudos, em cursos de graduação e pós-graduação ofertados pela UERN. E também falou no programa Mais Ater, que há poucos dias lançou chamada pública para ampliar a assistência técnica e extensão rural no Rio Grande do Norte.

“Por esse pequeno balanço que estou fazendo aqui, vocês podem observar que a prioridade que damos aqui para a agricultura familiar não é apenas em discurso. São com ações concretas como estas que demonstram o quanto nós valorizamos a agricultura familiar como fator de desenvolvimento para o Estado. A pandemia trouxe fome como há muito não estávamos vendo e o momento urge que estejamos atentos às lutas e às necessidades dos agricultores familiares”, afirmou. Por último, a professora Fátima falou que o empenho em fortalecer o segmento é também compartilhado pelos estados que fazem o Consórcio Nordeste, que está articulando em nível regional o PAS – Programa de Alimentos Saudáveis do Nordeste, que visa ampliar as compras da agricultura familiar e da pesca artesanal.

Com transmissão no canal do Youtube “Prosa da Agricultura Familiar”, o congresso segue até o dia 17 de junho. A abertura foi feita pelo coordenador geral da Contraf Marcos Rochinsk e, dentre outras lideranças da conferederação, participou a potiguar Josana Lima. A solenidade contou com a participação do ex-presidente, Luís Inácio Lula da Silva, e do senador potiguar Jean Paul Prates, que destacou a mobilização da bancada com relação à votação do projeto de lei Assis Carvalho II, que tem o objetivo de diminuir o impacto socioeconômico da Covid-19 para os produtores rurais, e que devem ser adotadas até 31 de dezembro de 2022.