Governadora participa da festa da padroeira de Cruzeta



Município comemora este ano o centenário de construção da Igreja Matriz da Nossa Senhora dos Remédios

A governadora Fátima Bezerra encerrou o primeiro dia da agenda administrativa no Seridó participando das celebrações em homenagem à Nossa Senhora dos Remédios, padroeira de Cruzeta. A celebração foi presidida pelo Padre Bruno Alisson, diretor do Seminário São Pedro, em Natal.

A homilia foi uma reflexão a partir do Evangelho de Mateus citando as palavras do anjo a José sobre concepção e as muitas simbologias que podem ser encontradas no texto.

Fátima assistiu à missa na Igreja Matriz ao lado de fiéis, do prefeito Joaquim José de Medeiros e da vice-prefeita Elismária Catarina. Durante os cânticos finais, a garotinha Élida, de 5 anos, se aproximou, pediu um abraço e assistiu o restante da celebração ao lado da governadora.

Os fiéis aplaudiram quando o padre Givanildo Araújo, titular da Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios, leu o ofício das autoridades sanitárias locais liberando a procissão presencial que será realizada domingo (24), começando às 17 horas. A governadora recebeu da organização dos festejos um kit religioso – camiseta, chaveiro, caneca etc.

A festa deste ano comemora o primeiro centenário de edificação da Igreja Matriz da cidade. A celebração ocorre sempre em outubro, mês consagrado pelos cruzetenses à sua padroeira.

A Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios de Cruzeta foi criada pelo decreto nº 25 do 1º Bispo Diocesano de Caicó, Dom José de Medeiros Delgado, desmembrando-se da Paróquia de Nossa Senhora da Guia de Acari. O primeiro pároco foi o Cônego Ambrósio Silva.

Segundo o historiador e folclorista Luís da Câmara Cascudo, o nome da cidade deve-se ao cruzamento dos rios Salgado, Quimporó e Riacho do Meio, que hoje formam a bacia do açude público que abastece a cidade. O reservatório começou a ser construído em 1920 e ficou pronto em nove anos