in

Governo A apoiadores, Bolsonaro diz que “vai meter o dedo na energia elétrica”


Um dia depois de ter anunciado troca no comando da Petrobras, o presidente Jair Bolsonaro afirmou neste sábado (20.fev) que “vai meter o dedo na energia elétrica”.

A sinalização de que pode haver mudanças no funcionamento do setor foi feita por Bolsonaro a apoiares quando chegou ao Palácio da Alvorada.

“Vamos meter o dedo na energia elétrica, que é outro problema também”, disse.

Na quinta-feira (18), Bolsonaro criticou a Petrobras em tramissão pela internet, mas afirmou que não iria inteferir na empresa.

No dia seguinte, no entanto, o presidente anunciou a indicação do general da reserva Joaquim Silva e Luna para assumir a presidência da estatal. Ele vai substituir Roberto Castello Branco

Natal :Incentivo ao esporte, cultura e saúde: as metas de Luciano Nascimento para 1º mandato de vereador

Família de Carlos Alberto de Nóbrega contrai coronavírus e apresentador é internado