Governo e entidades apontam aumento de casos de Covid no RN e fazem alerta à população


Preocupados com o aumento da taxa de ocupação de leitos em todo o estado do Rio Grande do Norte e também o aumento de casos Covid, representantes da sociedade e o governo do Estado do Rio Grande do Norte se reuniram e escreveram uma nota conjunta com medidas preventivas importantes no combate à pandemia.

As prefeituras, os Ministérios Públicos e a Defensoria Pública têm acompanhado, nas duas últimas semanas, alterações do mapa do indicador composto evidenciando um aumento do número de casos em todo Estado. O indicador composto, parâmetro utilizado para dar cor ao mapa do RN tem mostrado o Estado mais amarelo e isso é um sinal de alerta para todos os potiguares. Além disso, está havendo, dia a dia, aumento da taxa de ocupação e do número de solicitações por leitos críticos no REGULA RN.

Hoje, a plataforma Regula RN aponta 46,2% de ocupação de leitos críticos no Rio Grande do Norte. 47,6% na região metropolitana, 38,6% na região Oeste e 58,3% na região do Seridó, que a poucos dias apresentava uma ocupação abaixo dos 10%.

Diante disso, no dia 27 de outubro, reuniram-se, num momento de retomada do movimento PACTO PELA VIDA, o Governo do Estado, Prefeitos de vários municípios representados pela FEMURN, Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal, Ministério Público do Trabalho, Defensoria Pública Estadual,  Procuradoria Geral do Estado, COSEMS e vários Secretários Municipais de Saúde, além das representantes das URSAP’s, para discutir estratégias de como fazer esse novo enfrentamento numa fase da pandemia em que é evidente que o principal ponto é o aumento da cobertura vacinal, ou seja, a aplicação da segunda dose da vacina, visto que o estado tem hoje 206.357 pessoas que não retornaram para garantir sua segunda dose.

“Esse é o ponto mais importante em nossa discussão, devido a eficácia comprovada da vacinação. Somente com a vacina que conseguiremos atingir um patamar de controle da pandemia. Além disso, é importante ressaltar a importância do Passaporte Vacinal para acesso a ambientes e aglomerações que será a garantia de que as pessoas estejam vacinadas.”, afirma Lyane Ramalho, secretária adjunta da SESAP.

A nota convoca e reforça a importância da manutenção dos protocolos sanitários e a importância da completude do esquema vacinal para que o RN “possa avançar o mais rápido possível para uma vida cada vez mais próxima do normal”.

Assinam a nota:

Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte

Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Norte

Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte

Ministério Público do Rio Grande do Norte

Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte

Procuradoria da Republica no Rio Grande do Norte

Defensoria Pública do Rio Grande do Norte

Fonte: Portal Grande Ponto