in

Governo Federal entrega PL da desestatização dos Correios ao Congresso Nacional




O Governo Federal entregou nesta quarta-feira (24/2) ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, o Projeto de Lei que define o Marco Regulatório para o setor postal. Na prática, o PL possibilita a desestatização dos Correios. O texto também define a obrigatoriedade do cumprimento de metas de universalização e qualidade dos serviços e estabelece que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) seja a Agência Reguladora dos serviços postais. Desta forma, o Governo garante que a prestação do serviço postal não será deteriorada.

Em paralelo à tramitação do Projeto de Lei no Congresso, serão realizados os debates e estudos para a definição do melhor modelo de desestatização, que pode ser, por exemplo, a venda direta, a venda do controle majoritário ou de apenas parte da empresa. O processo inclui a análise pelo Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) e a participação da sociedade e do mercado por meio de audiências públicas. Por fim, o edital será remetido ao Tribunal de Contas da União (TCU) e liberado para a realização do leilão tão logo seja aprovado pela Corte.

O marco regulatório é responsável por estabelecer as regras do ambiente econômico onde interagem as empresas privadas, o Governo e os consumidores. A criação de um marco regulatório claro e bem concebido é fundamental para estimular a confiança de investidores e consumidores, para garantir o acesso aos serviços básicos à sociedade e para o bom funcionamento do setor.

“É emocionante voltar a essa Casa para entregar um projeto tão importante. Esta Casa é justa, é soberana, sabe avaliar cada ponto, vai saber ouvir todos os interessados nesse projeto. E eu, com muita honra, poderei acompanhar e também debater, ajudar a esclarecer pontos de dúvida. Vamos dar viabilidade à desestatização dos Correios”, disse o ministro das comunicações, Fábio Faria.

Pai dos goleiros do Liverpool e do Fluminense Alisson e Muriel e encontrado sem vida após mergulho em Barragem.

Vivaldo Costa volta falar sobre Covid-19 e lembra os cuidados preventivos no combate à pandemia