GUEDES MANDA RECADO A LÍDERES SINDICAIS, NÃO VAI SER COMO ANTIGAMENTE !

Ministro da Economia, Paulo Guedes elevou o tom nesta quinta-feira (7) com os sindicatos, afirmando que a única certeza que poderia dar para esses grupos é que “a vida ão vai ser como antigamente”.

Ele criticou a forma atual como as lideranças sindicais atual e destacou que irá acabar com possíveis privilégios. A declaração ocorreu após reunião com o presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre (DEM-AP), com quem debateu sobre o assunto.

“Os sindicatos devem ter paciência também. A única certeza que podem ter é que a vida não vai ser como antigamente, onde os líderes sindicais têm uma vida muito boa às custas dos trabalhadores que não têm empregos e nem benefícios previdenciários corretos”, disse.

Para o ministro, o regime de aposentadorias e pensões está fiscalmente insustentável e os trabalhadores estão pagando por privilégios. “Nós temos que fazer a reforma, todos sabem. Os princípios são princípios de equidade. Em vez de ter privilégios, exatamente nós vamos em direção a um novo regime previdenciário”, afirmou Paulo Guedes.