Coube ao ex-deputado Henrique Alves (MDB), comandando nos bastidores da campanha do pré-candidato a governador Carlos Eduardo Alves (PDT), dizer ao PR que o partido não pode se integrar à chapa de Carlos Eduardo.

Tudo para garantir a chegada do PP da prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini.

Na avaliação da campanha de Carlos, PP e PR não podem estar juntos.

Ou seja: PP não quer estar colado ao PR.

É por isso que, como publiquei em nota anterior, o PR sempre quis saber para onde iria o PP, e o PP sempre quis saber para onde iria o PR.

O anúncio foi feito por Henrique na reunião da noite passada, em seu apartamento, onde estavam presentes o presidente do PR, João Maia e o deputado estadual George Soares

fonte/Thaisa Galvão.