in

Homem grita “Alá é Grande” e decapita professor em Paris; ele foi morto pela polícia

Um homem de 18 anos e natural de Moscou, cuja identidade ainda não foi revelada, decapitou um professor de história em Conflans-Sainte-Honorine, uma pequena cidade de 35 mil habitantes a 50 quilômetros de Paris, por volta das 17h locais (12h no horário de Brasília), enquanto gritava “Allahu Akbar” (“Alá é Grande”).

A vítima supostamente enfureceu os pais dos alunos após exibir para eles desenhos animados do profeta Maomé durante uma aula sobre liberdade de expressão

Ezequiel celebra edital das obras do Ramal Apodi que levará águas do São Francisco ao RN

Hering para oficialmente as atividades no RN e deixa centenas desempregados na Grande Natal e no Seridó