Homem mais alto do Brasil é internado para amputar perna na Paraíba



Depois de enfrentar inúmeros obstáculos por causa da estatura, Joelison Fernandes da Silva, de 36 anos, que é considerado o homem mais alto do Brasil, medindo 2,37 metros, conseguiu garantir o valor suficiente para a cirurgia de amputação da perna direita, devido a uma infecção, e a implantação de uma prótese para conseguir voltar a danar.

Ninão, como é popularmente conhecido, atualmente não consegue andar e nem ficar de pé por causa da infecção provocada pela osteomielite. A infecção, que pode ser causada por bactérias ou fungos, atinge o osso, tendo como um dos principais sintomas a dor. Em uma campanha na internet, ele conseguiu arrecadar R$ 149.322,47 para as cirurgias.

Pesando mais de 200 quilos, mesmo tendo se acostumado a fazer as atividades diárias com o suporte da cadeira de rodas, ele explicou que “a maior dificuldade agora é a locomoção por dentro da casa” onde mora, em Assunção, no Sertão da Paraíba.

Ninão foi internado para realizar a cirurgia de amputação da perna direita, em um hospital de Campina Grande, na Paraíba. De acordo com informações, a cirurgia estava marcada para o último dia 3 de dezembro, porém foi adiada porque o hospital só libera o leito para internação dois dias úteis após o pagamento dos serviços.

O procedimento acontece nesta terça-feira (7). Em seu Instagram, Ninão agradeceu a todos que contribuíram financeiramente para que a cirurgia fosse realizada e também por todas as mensagens que vem recebendo.