Itapemirim deu ‘calote’ R$ 176 mil em empresa que confecciona uniformes Empresa aérea encerrou atividades de forma repentina e deixou clientes e funcionários no prejuízo



Os clientes e funcionários da Itapemirim não foram os únicos lesados com o encerramento repentino das atividades da empresa.

De acordo com informações da coluna de Ancelmo Gois, no jornal O Globo, o “calote” se estendeu a uma empresa que confeccionou os novos uniformes para os empregados da companhia em 2021. A KLZ Indústria e Comércio de Confecções e Assessórios LTDA recorreu ao Tribunal de Justiça de São Paulo para cobrar uma dívida de R$ 176.501,48, incluindo juros.

Ainda segundo a publicação, o contrato firmado entre a Itapemirim e a confecção era no valor de R$ 708.369,63, que seria pago em cinco prestações ao longo deste ano. Acontece que o pagamento que vinha sendo feito pelo próprio dono da empresa, Sidnei Piva de Jesus, parou de ser feito depois de setembro