Lázaro Barbosa é enterrado na companhia de Familiares que acompanharam velório



Três dias depois de ser morto pelas forças policiais, Lázaro Barbosa, 32 anos, será sepultado na tarde desta quinta-feira (1/7), no cemitéri…
Lázaro Barbosa é enterrado no Entorno; Familiares acompanharam velório
Dep Martins Machado destina emenda para Laboratório de Robótica da Unidade Socioeducativo em Santa Maria

Três dias depois de ser morto pelas forças policiais, Lázaro Barbosa, 32 anos, será sepultado na tarde desta quinta-feira (1/7), no cemitério no Entorno. O corpo de Lázaro, que estava na funerária Bom Samaritano, no Guará, foi trazido para a cidade. O carro foi escoltado por uma viatura da Polícia Militar de Goiás. Pouco antes do enterro, a viúva de Lázaro, a filha, os cunhados e os sobrinhos vieram se despedir. Para evitar represálias, o local e o horário do sepultamento não foram divulgados.

Apesar da pandemia de coronavírus, que exige a suspensão dos velórios para evitar contágios, a capela foi aberta a pedido da família. O momento em que o corpo desembarcou comoveu a família. Reunidos por 30 minutos, os familiares deram adeus a Lázaro. Após o velório, o corpo de Lázaro Barbosa Sousa foi enterrado no Cemitério de Cocalzinho de Goiás. A cerimônia contou com nove pessoas, incluindo a mulher, tia, cunhado e filha.

Perseguição

A caçada a Lázaro Barbosa mobilizou uma megaoperação de busca que envolveu mais 270 policiais militares e civis de forças goianas e do Distrito Federal, além da Polícia Federal e Rodoviária. Ao todo, foram mais de 20 dias de procura depois de Lázaro ser apontado como autor da chacina da família Vidal em Ceilândia Norte. Nesse ínterim, Lázaro invadiu chácaras entre Cocalzinho, Edilândia e Girassol.

Além disso, fez reféns e atirou contra outras vítimas e policiais. Na sexta-feira (25/6), o fazendeiro Elmi Caetano, 74 anos, foi preso suspeito de ajudar Lázaro a escapar da polícia. Na noite de domingo, moradores do bairro de Itamaracá, em Águas Lindas, denunciaram que avistaram o fugitivo. Na perseguição, Lázaro foi morto pela polícia com mais de 30 tiros em uma busca que varou a madrugada.

Fonte: Correio Braziliense