Lei do vereador Hermes Câmara, Mercado Público das Quintas se torna “Petrônio Medeiros”



_Projeto aprovado e sancionado em Natal presta homenagem a comerciante do local_

O projeto de lei do vereador Hermes Câmara (PTB) que denomina o Mercado Público das Quintas, na zona Oeste de Natal, de “Mercado Público Petrônio Medeiros”, homenageando um comerciante que atuou por 56 anos no equipamento, teve nesta segunda-feira (6) sua oficialização. A lei já havia sido aprovada na Câmara Municipal de Natal e sancionada pelo poder executivo.

Hoje, ocorreu a cerimônia de oficialização do novo nome do Mercado, dentro das comemorações dos 304 anos do bairro das Quintas, reunindo políticos e autoridades. A família do comerciante Petrônio Medeiros também esteve presente, demonstrando gratidão e emoção durante o evento.

Propositor da lei, o vereador Hermes Câmara falou sobre o projeto: “Essa é uma justa homenagem que prestamos a esse grande comerciante. Fico feliz de estar aqui ao lado de toda a família de seu Petrônio, que tem uma história importante, contribuindo não apenas com o Mercado que agora leva seu nome, mas com o desenvolvimento do bairro das Quintas”, afirmou.

Ainda segundo o vereador, a lei enaltece ainda mais a história do bairro das Quintas: “Em meio às comemorações dos 304 anos desse bairro tão querido de Natal, prestamos essa homenagem, deixando a história das Quintas ainda mais encantadora, garantindo que pessoas do bairro tenham sua representação na própria comunidade”, falou o vereador.

*Mercado Público Petrônio Medeiros*

Nascido em Jardim do Seridó/RN em 06/09/1919, Petrônio Medeiros chegou em Natal no ano de 1965. Pai de 13 filhos, passou a maior parte de sua vida morando e comercializando no Mercado Público das Quintas juntamente com seus filhos. Aos poucos, Petrônio Medeiros, foi se tornando uma figura conhecida e admirada por todo o bairro, deixando um legado de trabalho eserviço no referido mercado, ajudando a torna-lo um dos mais tradicionais mercados de Natal.

Hoje, _in memoria_,parte de seus filhos, genros e amigos ainda continuam a trabalhar no referido mercado, desenvolvendo até hoje os ofícios que aprenderam com Sr. Petrônio, deixando saudade e orgulho em todos que lá trabalham.