Líder do governo diz que PEC dos Precatórios tem votos para ser aprovada


O líder do governo na Câmara, o deputado Ricardo Barros (PP-PR), afirmou que há votos suficientes para aprovar a PEC dos Precatórios. Em declarações dadas à coluna Painel, da Folha de S.Paulo, no início da tarde desta quarta-feira, ele disse também que há garantia de quórum para a votação nesta quarta (2). A oposição não mudou de ideia.

A PEC defendida pelo governo pretende modificar o cálculo do teto de gastos para viabilizar o Auxílio Brasil, programa social que vai substituir o Bolsa Família.

Segundo a publicação, o líder do PT, Bohn Gass (PR), afirmou à coluna Painel que o partido votará contra. Além disso, integrantes do governo Bolsonaro contavam com recuo do PT para aprovar a proposta uma vez que demandas dos governadores do Nordeste foram atendidas.

Na contabilidade dos parlamentares, o placar atual é apertado para o governo. Com quórum máximo, a expectativa é ter cerca de 10 votos além dos 308 necessários para aprovação