“Limpamos o nome de Caicó: é um grande troféu desses 10 primeiros meses da nossa gestão” afirma prefeito Dr. Tadeu


O prefeito de Caicó, Dr. Tadeu, comemorou este final de semana a notícia de que a cidade de Caicó está ‘saindo do CADIN’ – Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal. Trocando em miúdos: é um banco de dados que tem informações de pessoas físicas e jurídicas que possuam pendências nos órgãos federais, sendo devedores federais.

Quem está no CADIN, não pode realizar negócios com a União. Caicó foi deixada nessa situação pela gestão passada. “Com a emissão dessa certidão, o próximo passo é a cidade de Caicó deixar de constar na indesejada lista do CADIN e ter o CAUC (Serviço Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias) regularizado”, detalha o secretário Salmo Batista.

“Quando assumimos a prefeitura, em janeiro deste ano, olhávamos e não enxergávamos o horizonte, tamanho era o emaranhado de dívidas e inadimplências em que pegamos nosso município”, lembra o prefeito Dr. Tadeu. Mas, segundo ele, um esforço conjunto da gestão foi feito para tirar Caicó do caos: “o secretário de finanças, Salmo Batista, e toda equipe, fizeram um trabalho gigante para termos em mãos hoje essa certidão negativa. Foram muitas idas à Receita Federal, um trabalho de formiguinha, que aí está: devolve a Caicó o que os cidadãos mais prezam: o nome da cidade limpo”, registra o prefeito.

Segundo Dr. Tadeu, o município tem quase R$ 11 milhões de reais para serem investidos, dependendo dessas certidões negativas para assinar os convênios com a Caixa Econômica Federal: “cerca de R$ 6.700 milhões para o CISCOM, conseguidos pelo ministro Rogério Marinho, emendas de cerca de R$ 800 mil do deputado João Maia, R$ 1 milhão de Girão, mas o nome sujo da cidade não deixava que esses recursos chegassem de fato”, revela o gestor. E finaliza: “está aqui Caicó, seu nome limpo, como o povo daqui preza e gosta de ter