in , , ,

Lorenzoni: Bolsonaro é ‘vítima’ de um processo de tentativa de desgaste

Brasília - O relator da comissão, Onyx Lorenzoni cumprimenta o presidente da comissão, Joaquim Passarinho após a aprovação unânime do relatório (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Para ministro-chefe da Casa Civil, governo “tem muita tranquilidade”
Brasília – O relator da comissão, Onyx Lorenzoni cumprimenta o presidente da comissão, Joaquim Passarinho após a aprovação unânime do relatório

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou nesta sexta-feira (18) que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) é “vítima” de um processo de tentativa de desgaste envolvendo a repercussão das investigações sobre a movimentação atípica do ex-assessor do seu filho, o senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RR).

Para Lorenzoni, é preciso ter “cautela” e aguardar a manifestação da Justiça. “O governo, do ponto de vista do presidente Bolsonaro, tem muita tranquilidade, porque isso não tem rigorosamente nada a ver com o que envolve o presidente. Ele é, mais uma vez, vítima desse processo”, afirmou, segundo o jornal O Estado de S. Paulo.

Na quinta (17), o vice-presidente do STF, ministro Luiz Fux, atendeu a um pedido da defesa do ainda Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) e determinou a suspensão da investigação do Ministério Público do Rio sobre movimentações financeiras atípicas apontadas pelo relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) em transações na conta do ex-assessor parlamentar Fabrício Queiroz.

A decisão de Fux paralisa a apuração e vale até o ministro Marco Aurélio Mello, relator do processo no Supremo, analisar o caso depois que o tribunal retomar as suas atividades, em 1º de fevereiro.

Incêndio atinge casas em Salvador nesta sexta.

Capitão Styvenson abre mão do auxílio-mudança de R$ 33 mil