in

Merck mentiu sobre Ivermectina e testa remédio de alto custo, diz Albert Dickson


O deputado estadual Albert Dickson (Pros), médico e ferrenho defensor da Ivermectina como forma de tratamento precoce contra o Coronavírus, usou suas redes sociais neste sábado (06) para denunciar o que classificou como uma fake news divulgada pela farmacêutica alemã Merck. Esta semana, a empresa divulgou uma nota se autointitulando fabricante da Ivermectina e ressaltando que o medicamento não possuía eficácia contra a Covid-19.

Também neste sábado, a fabricanta do medicamento no Brasil – Vitamedic -, divulgou outra nota onde rebate a posição da Merck e afirma que o baixo custo do remédio incomoda as grandes produtoras. Albert se pronunciou no mesmo tom.

“A notícia sobre o alerta da tal ‘fabricante da Ivermectina’ referida pelos jornais é totalmente fake. Trata-se da Merck, que NÃO PRODUZ o medicamento no Brasil. A verdadeira produtora, a Vitamedic, publicou nota esclarecendo e expondo a farsa. O ‘erro’ foi estratégico, pois desacredita a ivermectina por ser um remédio barato. ‘Coincidentemente’, a Merck está produzindo um antiviral bem mais caro e devidamente patenteado. Assim funciona a indústria farmacêutica. Com o valioso apoio da mídia fake news”, disse Albert.

Grande ponto

Após derrota para o Sport Botafogo é o primeiro Rebaixado para série B.

Se meus seguidores ainda estiverem lá, está bom’ diz a preconceituosa e bela Karol Conkákkkkkk….