in

Ministério Público pede prisão preventiva de homem filmado agredindo mulher

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) pediu a prisão preventiva de Carlos Samuel Freitas Costa Filho, suspeito de agredir com nove socos uma mulher na cidade de Ilhéus, na Bahia. De acordo com o MP, na noite desta quinta-feira (15), o pedido se fundamentou “na necessidade de resguardar a ordem pública, considerando-se a gravidade da conduta concreta (exacerbada violência empregada) e a condição reincidente do autor do fato”.

Conforme o órgão, o suspeito já havia sido denunciado pelo próprio MP no ano de 2015 pelos crimes de violência doméstica, ameaça e cárcere privado cometidos contra outra mulher. Ele foi condenado pela Justiça em primeira instância.

Ainda segundo o Ministério, após recurso apresentado pela defesa de Carlos Samuel, a condenação quanto ao crime de cárcere privado foi mantida em agosto último pelo Tribunal de Justiça da Bahia, que reconheceu a prescrição referente aos crimes de violência doméstica e ameaça.

A agressão foi filmada e as imagens viralizaram nas redes sociais na quarta (14). Após a repercussão, o homem se apresentou à polícia para prestar depoimento. Antes disso, ele já havia se defendido nas redes sociais.

Em nota, ele alegou que é “um jovem trabalhador” e que não tem “envolvimento com algum tipo de prática criminosa”. No texto, ele seguiu dizendo que está arrependido do crime e que, no dia da agressão ele estava bêbado e “perdeu a cabeça”. Ainda de acordo com Carlos, ele e a vítima mantinham uma “relação muito conturbada, eivada de inúmeros casos de ciúme doentio, diversas agressões físicas e morais”.

Definitivo TSE Cassa Mandato de Sandro Pimentel .

160 pacientes testam positivo pela 2ª vez para o coronavírus no Ceará