in , , ,

MP pede que Flávio Bolsonaro perca cargo e fique inelegível caso seja condenado

Caso o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos) seja condenado no caso das rachadinhas no gabinete, o Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) pediu à Justiça para que ele perca o cargo e se torne inelegível. O pedido foi inserido na denúncia apresentada ao Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) na quarta-feira (4).

Os promotores que estão à frente do caso pedem que todos os denunciados, caso condenados, sejam impedidos de exercer função ou cargo público por oito anos. O MP pede ainda que sejam indenizados aos cofres públicos R$ 6,1 milhões.

Filho do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), Flávio foi denunciado juntamente com o ex-assessor, Fabrício Queiroz, e mais 15 pessoas pelos crimes de organização criminosa, peculato, lavagem de dinheiro e apropriação indébita no caso das rachadinhas na época em que o senador era deputado estadual.

Juliana Caetano e sua irmã surgem em momento íntimo no Instagram: “Últimos dias”

ALRN: Hermano requer segurança para conter intimidação eleitoral em São José de Mipibu