Não há esperança de encontrar mais sobreviventes em centro de distribuição da Amazon destruído por tornados nos EUA




Bombeiros dizem não saber ao certo número de desaparecidos, empresa não teria lista completa de trabalhadores na hora do incidente

As paredes do armazém da Amazon entrou em colapso após o telhado ter sido arrancado com a força do
As paredes do armazém da Amazon entrou em colapso após o telhado ter sido arrancado com a força
As autoridades perderam a esperança de encontrar mais sobreviventes no centro de distribuição da Amazon, na cidade de Edwardsville, Illionois, EUA, que teve o telhado arrancado, após uma série de tornados, que causou o colapso de paredes de concreto de 11 polegadas, mais grossas do que as usadas em campos de futebol.

No sábado foram confirmadas as mortes de seis trabalhadores. O chefe dos bombeiros local James Whiteford informou que ao menos 45 funcionários da Amazon teriam conseguido sair em segurança dos escombros do centro de distribuição que ocupava uma área de mais de 150 mil metros quadrados.

Seis estados americanos foram atingidos por tornados na noite de sexta-feira, deixando um rastro de morte e destruição em casas e empresas que se estendem por mais de 320 quilômetros.

O centro de distribuição da Amazon foi atingido por volta das 20h38 (horário local), disse Whiteford. A força dos ventos foi tão forte que o telhado foi arrancado e o prédio desabou sozinho