Natal : Após reforma, Mercado da Seis vira atrativo para compras de artesanato e culinária regional


O Alecrim completa 110 anos neste sábado (23), e um dos espaços mais antigos do tradicional bairro, o Mercado Público Antônio Carneiro, mais conhecido como Mercado da Seis, está de cara nova após reforma realizada pela Prefeitura de Natal. Neste período de retomada das atividades comerciais, o Mercado tem sido um atrativo para quem procura produtos do artesanato em couro, cerâmica, palha e sisal, ou aprecia pratos da culinária regional servidos nos bares e restaurantes.
A nova estrutura recuperada pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur), contemplou a troca de toda a cobertura, iluminação moderna e a estrutura interna e externa do prédio, com rampas de acessibilidade, novos banheiros e estacionamento. Das melhorias internas foram trocadas portas, além da parte elétrica, sanitária e hidráulica e as treliças da fachada. O local ficou mais acessível e aconchegante, com aquele clima tranquilo dos mercados tradicionais. A excelente infraestrutura e os novos banheiros acessíveis insere o Mercado no roteiro dos natalenses que apreciam um café da manhã ou almoço regional. Aos sábados tem música ao vivo e uma roda de samba está prevista para dia 23.
Para o prefeito Álvaro Dias, a entrega do Mercado Público da Seis reformado e modernizado é parte da filosofia de sua gestão. “O Mercado da Seis está no coração do Alecrim, um centro do comércio que é referência em toda a região e é muito procurado para quem quer produtos da nossa cultura. Agora, as pessoas que visitarem o Mercado da Seis vão encontrar um ambiente bem iluminado, reestruturado e com acessibilidade”, disse.
O secretário Irapoã Nóbrega, titular da Semsur, comentou que a revitalização do Mercado da Seis foi uma ação realizada pela Semsur a pedido do prefeito Álvaro Dias. “É uma determinação dele que nós recuperemos o máximo de equipamentos possíveis. A reforma foi para o mercado, mas quem ganhou foi a nossa cidade, que agora conta com um espaço bem estruturado para receber a visita dos natalenses e turistas”, disse o secretário.

Comida e arte
O Mercado da Seis conta com 77 boxes, entre lojas de produtos artesanais, hortifruti, restaurantes e bares, além de praça de alimentação. Funciona de segunda a sábado das 7h às 17h e nos domingos e feriados até 12h. Conta com administrador da Prefeitura e funcionários que cuidam da gestão e limpeza.
Um dos mais tradicionais permissionários do Mercado é Paulo Ribeiro, o Kojak, dono do restaurante Costela do Kojak. Ele comentou que o público está voltando a frequentar o mercado e a reforma ajudou nessa retomada. “Durante muitos anos estamos aqui e nunca tivemos a atenção necessária. Então só tenho a agradecer a gestão porque nos trouxe um ambiente novo e atrativo, só quem frequenta aqui sabe. É gratificante para nós que trabalhamos e para os clientes”, disse Kojak. O comerciante adianta que voltou a servir os pratos favoritos como as costelas suína e bovina e a famosa coxa de frango desossada com recheio de queijo coalho e manteiga.
Antônio Pereira da Silva frequenta o mercado há mais de 40 anos. Ele trabalha na loja Comercial José Pereira, especializada em apetrechos de couro e madeira. Ele considera o mercado um dos locais mais tranquilos para se fazer compras no Alecrim. “Aqui só precisa entrar no roteiro turístico. As pessoas esquecem que aqui temos produtos diferenciados em couro, com preços muito mais em conta”, disse o vendedor.
Dionísio do Nascimento, do ateliê Dioarte, cria peças em macramê de sinal e cestos por encomenda. Ele é permissionário e também frequentador e elogiou o espaço reformado. “Faço peças por encomenda e as pessoas que estão vindo aqui ficaram surpresas com o local, está mais agradável”.