Natal chega a 85% da população vacinada com D1 contra a Covid-19



Natal atingiu o índice de 85% da população vacinada contra a covid-19,
considerando-se a primeira dose ou dose única. Os números foram
tabulados pela Prefeitura com os dados da Secretaria Municipal de
Saúde, divulgados até 9h30 desta quinta-feira (9).
De acordo com o Ministério da Saúde, a população “vacinável” em Natal,
ou seja, a partir dos 18 anos, é de aproximadamente 690 mil pessoas
(690.627). A SMS aplicou 590.062 doses dos imunizantes. Somada a
primeira dose (D1) com a segunda dose (D2) e a dose única (DU), a
Prefeitura de Natal já aplicou 878 mil doses.
“Dedicamos muito esforço para imunizar a população natalense.
Juntamente com nossas equipes espalhadas em cinco postos de
vacinação para pedestres e no sistema drive-thru, além de 35 UBS,
estamos fazendo um trabalho reconhecidamente eficiente. É com a
vacinação que levaremos Natal a vencer a Covid-19”, aponta o prefeito
Álvaro Dias.
A capital potiguar já estava com 43% da população com o esquema
completo de vacinação concluído, ou seja, com as duas doses aplicadas
ou imunizada com dose única. A cidade recebeu, do Ministério da Saúde,
1.036.119 doses até esta quarta-feira (08).
Entre a quarta-feira (8) e a esta quinta (9), foram aplicadas no Município
quase 12 mil doses de vacinas, entre D1, D2 e dose única. Isso equivale a
um crescimento de 1,7% ao dia, na curva de vacinação. Se mantiver o
ritmo, em cerca de oito dias o número de vacinados, entre a população
vacinável, atingirá a marca de 100%.
Nesse caso, vale observar que o número representa a soma das vacinas
e que, para garantir a imunização completa, o cidadão precisa ter
recebido as duas doses do imunizante ou a dose única, além de esperar
o período determinado pelo fabricante do medicamento para que o
efeito seja completo.
Internações

O avanço do processo de imunização em Natal tem influenciado
diretamente no números de mortes e internações em UTIs covid na
capital.
Segundo dados do consórcio nacional de veículos de comunicação, nesta
quarta-feira (8) não foi registrada nenhuma morte em Natal em
decorrência da pandemia.
Em relação à ocupação das Unidades de Terapia Intensiva – UTIs, o LAIS –
Laboratório de Inovação e Tecnologia em Saúde da UFRN aponta que, na
região metropolitana do RN, a ocupação média é de 31%.